“Coração de dorama” é um símbolo satânico? Entenda essa polêmica

O universo dos doramas, séries de TV asiáticas que conquistaram corações ao redor do mundo, recentemente se viu no centro de uma polêmica inesperada no Brasil: em um vídeo que viralizou no TikTok, um pastor faz sérias acusações sobre o significado do “coração de dorama”.

O gesto adorável de formar um coração com as mãos, um símbolo quase universal de amor e afeto, foi criticado por um líder religioso, despertando debates e dúvidas. Mas será que o símbolo em questão é realmente “satânico”? A resposta está na matéria abaixo.

Sul-coreanos fazendo o coração de dorama. Crédito: Reprodução.
Sul-coreanos fazendo o coração de dorama. Crédito: Reprodução.

O fenômeno dos Doramas no Brasil

Os doramas, com suas tramas envolventes e personagens carismáticos, têm se tornado cada vez mais populares no Brasil.

Essas séries sul-coreanas, que abordam uma variedade de gêneros e temas, conquistaram uma legião de fãs com suas histórias que muitas vezes misturam romance, comédia, drama e ação.

Mas o que era apenas uma expressão de carinho e admiração pelos personagens e histórias dessas séries acabou se tornando motivo de controvérsia.

“Coração de dorama” é um símbolo satânico? É sexual?

Um vídeo que circula nas redes sociais capturou o momento em que o pastor Ailton Júnior, líder da Assembleia de Deus em Caruaru, Pernambuco, proibiu os jovens de fazerem o “coração de dorama” nos púlpitos da igreja.

Durante o 22° Congresso de Adolescentes, ocorrido em 28 de janeiro, o pastor expressou sua preocupação, alegando que o gesto estaria associado à defesa da androginia e à falta de distinção entre masculino e feminino.

Segundo ele, ao reproduzir o gesto, os jovens estariam, talvez sem saber, promovendo ideais contrários aos valores que ele defende.

O vídeo, que alcançou mais de milhões de visualizações, gerou um amplo debate, com muitos internautas reprovando a associação feita pelo pastor.

A declaração provocou desconforto entre os jovens presentes e levantou questionamentos sobre a interpretação de símbolos culturais e a liberdade de expressão.

Leia mais:

O que são Doramas?

Para entender a origem da polêmica, é essencial compreender o que são doramas. A palavra “dorama” vem do japonês, uma adaptação do inglês “drama”, e refere-se a obras audiovisuais de ficção em formato de série, produzidas no Leste e Sudeste da Ásia.

Essas séries abrangem uma diversidade de gêneros e temas, geralmente com elenco local e no idioma do país de origem.

Em 2023, a Academia Brasileira de Letras incluiu “dorama” em seu vocabulário, reconhecendo oficialmente a popularidade e a influência cultural dessas produções.

O verdadeiro significado do “coração de dorama”

O “coração de dorama” é um gesto popularizado pelos doramas, que são séries de televisão asiáticas, especialmente as coreanas.

Esse gesto é feito ao formar um coração pequeno com os dedos, geralmente o polegar e o indicador ou o polegar e o dedo médio, e tem se tornado um símbolo icônico de amor e carinho, tanto dentro quanto fora dessas produções.

O gesto é frequentemente usado por personagens nos doramas para expressar sentimentos de amor ou amizade e foi rapidamente adotado pelos fãs dessas séries ao redor do mundo como uma forma fofa e expressiva de mostrar afeto.

Ou seja: apesar das declarações do pastor, e da maneira como ele tenta convencer os jovens a abandonar todas as coisas “do mundo”, apenas para viver em função das congregações, o “coração de dorama” não tem nada de satânico, problemático ou inadequado. A ilação feita pelo religioso, nesse sentido, é completamente infundada.

Ícone do coração de dorama. Crédito: Reprodução.

Polêmica traz reflexões e debates

A polêmica levanta questões importantes sobre como símbolos culturais são interpretados e, por vezes, mal-entendidos – principalmente por quem tem o desejo de incentivar a adoção de uma ideologia específica, como o caso do pastor.

O “coração de dorama”, um gesto que transcende as fronteiras linguísticas e culturais para expressar afeto, tornou-se o centro de um debate sobre valores, identidade e expressão, mas no final das contas, seu significado não poderia ser mais claro: amor e carinho.

você pode gostar também