Os 5 maiores furos que As Marvels criaram no MCU

Explorando os enigmas de As Marvels: os cinco principais furos de trama que levantam questões sobre o futuro e a coerência do Universo Cinematográfico Marvel

As Marvels, sequência de Capitã Marvel de 2019, chegou ao Universo Cinematográfico Marvel (MCU) trazendo não apenas novas aventuras para Carol Danvers, Monica Rambeau e Kamala Khan, mas também uma série de questionamentos sobre a continuidade e lógica do universo compartilhado.

Lançado em 10 de novembro de 2023, como parte da Fase 5 do MCU, o filme buscava expandir a Saga Multiverso com uma trama que prometia focar no vínculo entre os personagens. No entanto, apesar dos elogios recebidos, As Marvels introduziu lacunas narrativas significativas que podem afetar a estrutura do MCU. Vamos explorar os cinco principais furos de trama e momentos confusos que o filme deixou para os fãs e o futuro da franquia.

As marvels
Créditos: Disney/Reprodução

Refúgio dos Skrulls e conflitos desnecessários

Um dos elementos centrais da trama que gerou confusão foi a decisão da Capitã Marvel de reter informações sobre Tarnax, um refúgio seguro para os refugiados Skrull. Essa omissão causou conflitos desnecessários e levanta a questão: se um planeta seguro já existia, por que os eventos traumáticos de Invasão Secreta precisavam ocorrer? Esse furo de trama questiona as motivações dos personagens e a coerência dos eventos dentro do MCU.

A confusão sobre as Bandas Quânticas

Outro ponto de interrogação é o uso da Banda Quântica por Kamala Khan, a Sra. Marvel. Apesar de ter desbloqueado suas habilidades mutantes latentes com a pulseira, o filme sugere que ela não precisa dela para acessar seus poderes. Isso levanta dúvidas sobre a necessidade da Banda Quântica no enredo e por que Kamala continua a usá-la, especialmente quando acaba nas mãos do vilão Dar-Benn.

Viagens Inseguras em um Flerken

A ideia de viajar dentro de um Flerken, apresentada como um método de transporte, também gerou perplexidade. Sem evidências prévias de que seres vivos poderiam viajar de forma segura dentro dessas criaturas, a cena onde a equipe utiliza os Flerken para retornar à Terra introduziu um elemento de incerteza quanto à segurança dessa forma de viagem, contradizendo o conhecimento estabelecido em Capitã Marvel de 2019.

O Sacrifício Inexplicável de Monica Rambeau

O sacrifício de Monica Rambeau para consertar uma ruptura no universo deixou muitos fãs confusos. Sua decisão de ficar do outro lado da ruptura, sem uma explicação clara do porquê essa era a única solução, pareceu forçada e sem fundamento dentro da lógica do universo, especialmente considerando as habilidades de Rambeau e as alternativas potenciais para resolver o problema.

Nick Fury e a Ignorância dos Eventos de Invasão Secreta

Por fim, a aparente ignorância de Nick Fury sobre os eventos da Invasão Secreta é particularmente desconcertante. Após uma série marcada por traições e perdas significativas, a falta de impacto desses eventos no comportamento de Fury em As Marvels sugere uma desconexão com as consequências emocionais e narrativas da série, o que poderia ter sido um ponto de desenvolvimento crucial para o personagem e para o MCU.

Enquanto As Marvels trouxe momentos de ação emocionante e desenvolvimento de personagem, os furos na trama e inconsistências destacados levantam questões sobre a coesão narrativa do MCU. À medida que o universo continua a se expandir, a resolução dessas questões será crucial para manter a integridade da história e a satisfação dos fãs. Resta esperar que futuras produções abordem e esclareçam essas lacunas, garantindo que a Saga Multiverso continue a cativar e surpreender seu público.

você pode gostar também