Polêmica! Spotify remove músicas de John Lennon, Gal Costa, Djavan e outros artistas

O universo do streaming de música enfrentou uma reviravolta inesperada quando o Spotify decidiu remover discos de grandes nomes como John Lennon, Djavan, Roberto Carlos, Gal Costa e Maria Bethânia.

Essa ação, que ocorreu sem aviso prévio, gerou um turbilhão de reações nas redes sociais, destacando a fragilidade do acesso digital à música e a importância da mídia física. Mais detalhes? É só continuar conosco!

Spotify remove inúmeras músicas deixando clientes furiosos! Crédito: Reprodução.
Spotify remove inúmeras músicas deixando clientes furiosos! Crédito: Reprodução.

Saiba mais sobre o Spotify

O Spotify é um serviço de streaming de música, podcast e vídeo que foi lançado oficialmente em 7 de outubro de 2008. Originário da Suécia, ele se destaca como uma das plataformas de streaming mais populares e amplamente utilizadas no mundo.

A principal funcionalidade do Spotify é permitir que seus usuários ouçam música de uma ampla variedade de artistas de maneira instantânea, sem a necessidade de baixar as faixas. Os usuários podem procurar por artistas, álbuns, gêneros, playlists ou gravadoras, além de criar e compartilhar suas próprias playlists.

O Spotify oferece duas opções principais de serviço: uma versão gratuita, suportada por anúncios, que tem algumas limitações e restrições, e um serviço premium, que é uma assinatura paga e oferece recursos adicionais, como escuta sem anúncios, qualidade de áudio melhorada, e muito mais.

Spotify remove músicas de grandes artistas

Recentemente, o Spotify surpreendeu seus usuários ao remover diversos discos e faixas de cantores famosos, incluindo John Lennon, Djavan, Roberto Carlos, Gal Costa e Maria Bethânia.

A mudança abrupta resultou em uma série de reclamações nas redes sociais, especialmente por ocorrer de maneira repentina e sem um anúncio prévio por parte da plataforma de streaming.

Quanto ao motivo da remoção, o Spotify ainda não se pronunciou. Fique de olho para conferir, em primeira mão, o comunicado do app.

Fãs protestam nas redes sociais

Os fãs dos artistas afetados foram rápidos em expressar sua indignação e surpresa nas redes sociais. Tweets em diferentes idiomas, especialmente em português, destacaram a remoção das músicas, apontando a gravidade da situação.

As reações variaram desde o espanto pela ausência das músicas de Roberto Carlos até a preocupação com o desaparecimento completo da discografia de John Lennon do Spotify brasileiro.

Usuários também lamentaram a remoção do álbum “Luz” de Djavan, ressaltando o impacto da perda repentina de acesso a essas obras icônicas.

Leia mais:

A importância da mídia física

Essa situação levantou um debate importante sobre a relevância da mídia física, como discos de vinil e CDs.

Com a remoção inesperada de músicas do Spotify, muitos usuários começaram a valorizar a posse física de suas músicas favoritas, uma vez que garante acesso contínuo sem depender da disponibilidade em plataformas digitais.

Não é a primeira vez que o Spotify remove conteúdos

Vale ressaltar que esta não é a primeira vez que o Spotify remove conteúdo de sua plataforma.

Em 2022, por exemplo, mais de 100 episódios do podcast “The Joe Rogan Experience” foram removidos após acusações de promover conversas negacionistas sobre a pandemia.

No mesmo ano, o catálogo inteiro de Neil Young também foi retirado do Spotify após o artista expressar insatisfações com a presença de conteúdo negacionista na plataforma.

Cantor Neil Young. Crédito: Reprodução.

O seu cantor favorito está em perigo?

A remoção de músicas de artistas renomados do Spotify não é apenas uma questão de acesso ao conteúdo digital, mas também um lembrete da importância da preservação da música em diferentes formatos.

Enquanto os fãs aguardam uma resposta oficial do Spotify, a situação atual ressalta a fragilidade do streaming e a valorização da mídia física como um meio confiável de acesso à música.

O episódio serve como um alerta para os amantes da música sobre a necessidade de diversificar as formas de acesso às suas faixas e álbuns favoritos.

você pode gostar também