Não veja: Os piores animes de todos os tempos

No vasto e diversificado mundo dos animes, existem obras que se destacam não por sua qualidade, mas por seu notável fracasso. Essas produções, apesar de suas falhas evidentes, conseguiram conquistar um lugar especial no coração de certos fãs, tornando-se conhecidas.

Exploraremos alguns dos exemplos mais notáveis dessa peculiaridade, destacando como algumas obras conseguiram transformar críticas negativas em uma forma única de apreciação na cultura do anime.

A IMDB, renomada plataforma de análise cinematográfica, divulgou a lista dos piores filmes de 2023.
(Foto:Reprodução/FreePik)

Fracassos no mundo do anime

O universo dos animes é vasto e diversificado, repleto de histórias que variam do extraordinário ao questionável. Entre as inúmeras obras lançadas, algumas se destacam não pela excelência, mas pelo seu notório fracasso.

Apesar de suas falhas, esses animes se tornaram curiosamente queridos por uma parcela dos fãs, ganhando o status de fracassos amados. Exploraremos alguns exemplos notáveis que capturam essa peculiaridade do mundo do anime.

Ex-arm

Desde seu anúncio, EX-ARM atraiu atenção negativa, principalmente devido à sua qualidade de animação inferior e história derivativa. Apesar das críticas, a Crunchyroll promoveu o anime, que foi ridicularizado desde o lançamento de seu primeiro trailer. A animação fraca, lutas mal executadas e uma trama pouco original foram os principais pontos de crítica.

Berserk (2016)

O renascimento de Berserk foi marcado por animação CGI de baixa qualidade e adaptação apressada, compactando arcos inteiros em poucos episódios. A tentativa de reviver Berserk manchou a reputação do que muitos consideram uma obra-prima da fantasia sombria.

Leia mais:

Warriors Of The Wind

A tentativa de adaptar Nausicaä of the Valley of the Wind para o público americano resultou em uma versão cortada e mal dublada, prejudicando a essência do original. O fracasso de Warriors of the Wind quase comprometeu a expansão internacional do Studio Ghibli.

Eiken

Eiken se destacou no gênero ecchi por levar o exagero a novos patamares, com uma abordagem questionável à anatomia feminina e um enredo pobre. Lançado em um momento em que o mercado estava saturado por produções ecchi mal executadas, Eiken conseguiu se sobressair devido à sua abordagem exagerada.

Super Kid

Super Kid tentou captura o sucesso de Dragon Ball, mas falhou miseravelmente devido à sua qualidade inferior em todos os aspectos. A qualidade do vídeo e do áudio de Super Kid era tão deplorável que tornava sua visualização literalmente impraticável. Permanece incerto se a baixa qualidade se deveu a um problema na transferência do vídeo ou se o filme foi produzido de forma tão deficiente desde o início.

você pode gostar também