FRACASSO nos cinemas; SUCESSO no streaming: ficção científica com Adam Driver está BOMBANDO

Nem sempre um fracasso é completamente engavetado após seu fiasco nos cinemas. Para alguns consumidores de streaming, isso é ótimo.

Os streamings Netflix, nos Estados Unidos, e a HBO Max, em terras brasileiras, fizeram esse resgate de um filme estrelado por Adam Driver.

A produção, não tão aceita nas telonas, tem tido grande aceitação dos usuários das plataformas em questão.

Veja na matéria a seguir.

Cena do filme 65: Ameaça Pré-Histórica ,fracasso nos cinemas e sucesso no streaming – Foto: Divulgação Sony Pictures

Fracasso nos cinemas e sucesso nos streamings

O filme 65: Ameaça Pré-Histórica (2023) foi lançado no Brasil em março de 2023. Contudo, passou despercebido pelos frequentadores das salas de cinema.

A obra, com custos de cerca US$ 45 milhões, arrecadou modestos US$ 60 milhões por todo o mundo.

Ficando pouco tempo em cartaz nos cinemas, está disponível no Brasil, desde junho deste ano, pela plataforma de streaming HBO Max.

Na Netflix norte-americana, 65: Ameaça Pré-Histórica (2023) chegou em julho devido a um acordo entre a gigante do streaming e a Sony, tendo atualmente quase 7 milhões de visualizações.

Inclusive a produção tem desbancado sucessos das grandes telas, como Gato de Botas 2: O Último Pedido (2022) e Resgate 2 (2023).

Nas terras do tio Sam, o filme futurista estrelado por Adam Driver só fica atrás de Meus Sogros Tão Pro Crime (2023), longa com o ex-007, Pierce Brosnan.

65: Ameaça Pré-Histórica

O longa-metragem com o astro de Star Wars: O Despertar da Força (2015), Infiltrados na Klan (2018) e História de um Casamento (2019), é Mills, cuja função é transportar em uma nave colonos em êxtase.

Após um acidente envolvendo um campo de meteoritos, o piloto cai em um planeta desconhecido.

Com a descoberta de que não é o único sobrevivente, Mills recobra as esperanças e, junto à jovem Koa, procura uma forma de sair do planeta.

Contudo, para chegar à cápsula necessária para a fuga, os dois precisam enfrentar os habitantes do local – lagartos primitivos – com um arsenal de armas futuristas.

Com produção de Sam Raimi (Uma Noite Alucinante – 1981), 65: Ameaça Pré-Histórica tem roteiro e direção de Scott Beck e Bryan Woods, de Um Lugar Silencioso (2018).

Adam Driver comentou sobre o fato de longa ter poucas falas, dizendo que ficou empolgado pela exigência física e que por isso, mesmo sem diálogos, não podia “desligar”.

O astro também aborda que muitas coisas precisam ser explicadas e, com a falta de comunicação oral, abre-se espaço para a ambiguidade.

A atriz que interpreta Koa, Ariana Greenblatt, opina:

Achei muito bonito como os personagens se unem tanto e passam por tanta coisa sem realmente conversar. Foi definitivamente um exercício para mim atuar apenas com meus olhos e ver o que eu estava pensando apenas pela aparência dela.

Além de Adam Driver e Ariana Greenblatt, o filme tem no elenco Nika Williams (Euphoria – desde 2019), Brian Dare (O Jogo do Amor – 2017), Alexandra Shipp (Barbie – 2023), Michael Kaplan (Sr. e Sra. Smith – 2005) entre outros atores.

Veja o trailer de 65: Ameaça Pré-Histórica (2023):

você pode gostar também