Descubra Quais Streamings Brasileiros Superam Gigantes Globais em Títulos Nacionais

Você já se perguntou qual plataforma de streaming oferece o maior banquete de conteúdo nacional? A resposta pode surpreender você! Em um levantamento recente, as plataformas Vivo Play e Claro TV+ emergiram como líderes incontestáveis em termos de volume de séries e filmes brasileiros. Com 1,8 mil e 1,6 mil títulos respectivamente, elas superaram até mesmo a gigante Globoplay. Esses números são um verdadeiro tesouro para os amantes do cinema e da TV brasileira.

Foto: Canva

Uma Revolução Silenciosa no Streaming Brasileiro

Mas, o que esses números realmente significam para nós, ávidos consumidores de entretenimento? A Agência Nacional do Cinema (Ancine) nos dá uma pista. Em seu último relatório, constatou-se que, apesar do domínio das plataformas Vivo Play, Claro TV+ e Globoplay, o conteúdo nacional ainda é uma pequena fatia do bolo. Nas plataformas mais populares, o conteúdo brasileiro certificado não ultrapassa 9%. Isso nos leva a questionar: estamos dando a devida atenção aos talentos nacionais?

Leia mais:

O estudo da Ancine, conduzido em parceria com a BB Media, analisou 24 plataformas. Foi considerada a disponibilidade de conteúdos brasileiros com o Certificado de Produto Brasileiro (CPB). Uma curiosidade: cerca de 1% dos títulos sem CPB, que inclui coproduções internacionais, não entrou na contagem como “brasileiros”. Isso levanta uma questão intrigante sobre o que realmente define uma produção como nacional.

Quem Está na Liderança da Representatividade Nacional?

Ao falarmos de proporção, a história muda de figura. A Box Brazil Play lidera com impressionantes 41,3% de conteúdo nacional, seguida pela Globoplay e pela Libreflix. Já gigantes globais como Star+, HBO Max e Disney+ ficam na rabeira, com uma presença bem mais modesta de produções nacionais. Essa disparidade nos faz refletir sobre a importância de valorizar e promover a nossa cultura.

O panorama do streaming brasileiro pode estar prestes a mudar. Um projeto de lei em discussão no Congresso Nacional propõe um mínimo de conteúdo nacional em plataformas de streaming, dependendo do tamanho do catálogo. A medida, que ainda aguarda um posicionamento oficial da Ancine, poderá redefinir o cenário de streaming no Brasil, dando maior visibilidade às nossas produções.

Este mergulho no universo do streaming brasileiro revela uma verdade fascinante: apesar do domínio de algumas plataformas em termos de quantidade, há um caminho ainda a ser percorrido para equilibrar a qualidade e a representatividade. Como espectadores, temos o poder de influenciar essa mudança. Ao escolhermos assistir a mais conteúdos nacionais, estamos não só apoiando a indústria local, mas também enriquecendo nossa própria experiência cultural. Vamos juntos nessa jornada de descobertas!

você pode gostar também