Cancelado? Ator de Stranger Things debocha de guerra no Oriente Médio

Noah Schnapp, conhecido por seu papel em “Stranger Things”, encontra-se envolvido em uma polêmica nas redes sociais devido a vídeos nos quais aborda o conflito entre Israel e o Hamas. As imagens, divulgadas em seu perfil no Instagram, geraram críticas intensas devido a piadas controversas feitas pelo ator e seus amigos. Analisaremos os eventos, explorando as repercussões e a postura adotada por Schnapp diante da situação.

Noah Schnapp, conhecido por seu papel em "Stranger Things", encontra-se envolvido em uma polêmica nas redes sociais devido a vídeos nos quais aborda o conflito entre Israel e o Hamas.
Stranger Things (Foto: Netflix / Reprodução)

Controvérsia envolvendo ator de Stranger Things Noah Schnapp

Noah Schnapp, o jovem ator de 19 anos reconhecido por interpretar Will Byers na aclamada série “Stranger Things”, encontra-se no centro de uma tempestade de críticas nas redes sociais. A polêmica surgiu após a divulgação de vídeos nos quais Schnapp faz piadas sobre o conflito entre Israel e o Hamas, desencadeando uma série de reações negativas online.

O vídeo no instagram

A controvérsia ganhou destaque quando Schnapp foi visto em um vídeo no Instagram, compartilhando risadas com amigos que exibiam adesivos com declarações controversas, como “sionismo é sexy”.

Associação com o Sionismo

O sionismo, movimento que advoga por um Estado Judeu Independente, é frequentemente associado à política de Israel. Em outra cena, um amigo de Schnapp segurava um adesivo comparando o Hamas ao ISIS, intensificando interpretações de deboche e desrespeito às sensibilidades políticas e culturais envolvidas.

A controvérsia escalou com reações online condenando o sionismo israelense como prática colonialista e racista, citando ações contra palestinos, incluindo bombardeios na Faixa de Gaza. Essa percepção negativa se ampliou com comentários de usuários em plataformas sociais.

Reações nas redes sociais

Usuários das redes expressaram seu descontentamento com as ações de Schnapp. Zach Choi, na plataforma X, comentou: “Eu sei que quando Stranger Things acabar, ele vai estar sem emprego e ninguém vai querer chamá-lo para nada mais.” Bruna Tini manifestou seu desapontamento, afirmando: “Minha vida era muito melhor quando eu não sabia as coisas que o Noah acredita e propaga por aí.”

Alguns usuários chegaram a propor boicotes à série da Netflix e ações de protesto mais diretas contra o ator, refletindo a gravidade da situação.

Posicionamento de Schnapp

Schnapp, que é judeu, defende o apoio às ações israelenses contra Gaza. Embora tenha declarado que o Hamas “não representa o povo palestino”, também afirmou que “ou você apoia Israel ou apoia o terrorismo”. Essa dicotomia proposta por ele foi vista como problemática por muitos, incluindo um usuário do X que criticou a postura de Schnapp e a contrastou com a terrível realidade enfrentada pelos palestinos.

Responsabilidade de figuras públicas

Essa situação reacende discussões sobre a responsabilidade de figuras públicas em suas declarações, especialmente em contextos delicados como o conflito Israel-Palestina.

Em resumo, a controvérsia em torno de Noah Schnapp destaca os desafios que as figuras públicas enfrentam ao expressar opiniões sobre questões geopolíticas sensíveis, sublinhando o impacto potencial em suas carreiras e imagem pública.

Sobre a série Stranger Things

“Stranger Things” é uma série de televisão norte-americana criada pelos irmãos Duffer, Matt e Ross. Sua estreia ocorreu em 2016 e desde então tem cativado audiências globalmente. Ambientada na década de 1980, a série combina elementos de suspense, ficção científica e drama, proporcionando uma experiência única aos espectadores.

A trama se desenrola na fictícia cidade de Hawkins, Indiana, com início com o desaparecimento misterioso de um jovem chamado Will Byers. A busca por Will leva seus amigos a um encontro com uma garota extraordinária chamada Eleven, interpretada por Millie Bobby Brown, que possui habilidades telecinéticas. À medida que a história avança, segredos sombrios sobre experimentos governamentais e uma dimensão paralela conhecida como “O Mundo Invertido” são revelados.

você pode gostar também